Conto de Páscoa

13/04/2009 at 5:56 pm 6 comentários

Hoje vou fazer uma coisa muito feia. Muito feia mesmo, mas eu só admitirei depois do post, caras leitoras. Um conto de Páscoa pra vocês, vamos lá?

A Páscoa de Ana Cláudia
Eu não gosto de chocolate porque irrita a minha pele e eu empipoco inteira. Mentira, eu amo chocolate, mas eu não posso comer porque engorda. Droga de dieta, ela só me permite comer 900 calorias por dia, mas desse jeito eu vou virar uma sopa ambulante, mas sopa sem batata e macarrão. Sopa de água, delícia gastronômica. Se eu comer apenas um ovinho de Páscoa inteiro eu ultrapassei todas as calorias do dia. Então decidi, eu farei isso pela minha filha, mas só por ela, por que como uma criança vai entender que a mãe não quer comer ovo de Páscoa na Páscoa?
Fiz as contas: posso ingerir todas as 200 gramas do ovo (que eu acho pequeno, porque eu sei que sou capaz de muito mais, eu conheço o meu potencial) e não como mais nada durante o dia. Eu acordo e tomo de café da manhã um pedaço de ovo. No almoço, um pedaço de ovo. No café da tarde, mais ovo, na janta ovo e eu não engordo nada, porque mantive as calorias do dia. Ah, é fácil seguir uma dieta.
A Elianinha quer um ovo de Páscoa da Barbie. Ovo não é de chocolate? A Barbie só vem estampada na embalagem, não é? Mas de que adianta tentar explicar? Não adianta. Pensei em fazer um ovo em casa e botar uma de suas Barbies dentro como surpresa. Perfeito, se não fosse pelo fato de que eu precisaria roubar uma embalagem. Desisti do plano e fui ao mercado comprar. Só que eu esqueci de que comprar em cima da hora não é a melhor estratégia. A Páscoa chegou e eu entro no terceiro mercado com esperança de achar o bendito ovo da Barbie, porque eles esgotaram nos outros lugares.
– É ele, é ele! – eu grito, para o nada.
– Ei, moço, esse ovo é meu! – exclamo quando vejo um homem colocando a mão no meu ovo. O último ovo da Barbie. – Devolve.
– Devolve? Como assim, devolve? Você nem estava com ele.
– Mas eu ia pegar, só que você chegou uns segundos antes de mim.
– Você ia. Eu peguei.
Que insolente esse homem. Que grande babaca. E que verdade, também. E agora, como é que eu explico que não posso chegar em casa sem esse ovo? E que nos outros mercados ele acabou, esse é o último da espécie? Melhor ser sincera.
– Eu não posso chegar em casa sem esse ovo.
– Sério? Nem eu – ele respondeu já andando em direção ao caixa.
– Mas senhor… moço… seu… é que eu não tenho mais onde buscar, a minha filha está na casa dos avós e se eu chegar sem esse ovo posso nem entrar lá.
Ele não respondeu, eu tinha que apelar.
– Não é fácil ser mãe solteira.
Ele parou. Funcionou. Mas poxa, eu não estava mentindo, não era bem uma chantagem emocional, era só… uma informação na hora certa, oras.
– Jura?
– Hum, hum – balancei com a cabeça e fiz um sorrisinho meigo.
– Também não é fácil ser pai solteiro e minha filha quer esse ovo. Tchau.
Ahhhhh como ele podia usar a minha técnica contra mim mesma? Isso é jogo sujo, é falta de criatividade.
– Ah, tá bem. Você é pai solteiro, então?
– Minha ex-mulher venceu a eleição para deputada federal, foi morar em Brasília, mas nunca mais voltou porque se arranjou com um senador. Já está no segundo mandato, acho que está bem, a filha pode vê-la nas páginas de jornal vez ou outra, mas as denúncias nunca são provadas e tudo bem. Ela não vem nunca, já pedi a separação, então eu posso me considerar pai solteiro, certo?
(…)
PAUSA
Agora eu conto a coisa feia que eu disse que ia fazer. O conto não acabou, mas para ler o final você vai ter de fazer uma visitinha pra mim. Ah, vai, não dói nada, você passa lá em casa, lê o final desse conto (que promete, hein?) e ainda recebe o meu carinho. Eu sei que é feio o que eu fiz, mas diga que me perdoa e seja mais uma amiga ;o) Meu endereço é www.fernandafranca.com. Basta entrar e ir em BLOG.

Uma semana linda para todas vocês.
Alegrias,
Fernanda.
www.fernandafranca.com

Anúncios

Entry filed under: Creative Day.

Terceiro texto escolhido Aline Zemuner, Originalmente Estilosa

6 Comentários Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Puxem a cadeira, sentem-se, a água do café ainda está fervendo e enquanto isso vamos juntas trocar figurinhas sobre o fazer sem o saber.

Dia-a-Dia

Passou, mas está aqui!

Já passaram por aqui...

  • 257,471 hits

Feeds


%d blogueiros gostam disto: