Arquivo do Autor

Quem leva é…

E quem leva um cupom pra colocar no HD o novo kit da Pri Rocha, mostrado aqui,  o Urban Girl é a:

Parabéns Carla. Logo entraremos em contato com você!NAT

11/08/2009 at 7:04 pm 4 comentários

UM BESTSELLER PRA CHAMAR DE MEU

Já falei que eu adoro literatura POP ??
Pois é, nada muito profundo, sem questões existenciais dolorosas, mas extremamente divertido…

Adoro ler sobre situações da vida moderna, coisas prosaicas como o corre-corre do dia-a-dia, o acúmulo de cultura inútil, o eterno problema de controle do peso da população feminina mundial, estes relacionamentos cheios de encontros e desencontros, a preocupação com a carreira profissional, as bebedeiras, a tv, a net e tudo neste nosso mundinho atual…

São situações comuns que se nós mesmos já não vivenciamos, conhecemos alguém que passou por algo semelhante , seja aqui em Itajaì (SC),ou em  Tóquio, Los Angeles, Londres,  ou qualquer lugar deste mundo globalizado onde a cultura é praticamente única.

E é neste espírito que todos os romances da irlandesa MARIAN KEYES se passam, mulheres “meio” normais são sempre as protagonistas de suas estórias maravilhosas …

Eu comecei meu vício com MELANCIA,  que fala sobre uma das irmãs Walsh (família constante em seus livros) abandonada pelo marido traidor quando ela acaba de dar à luz ao seu primeiro filho, o que poderia desbancar pra um dramalhão da pior espécie, se torna um relato divertido e bem humorado sobre a separação,dor e todo o processo de superação .

Me encantei com o texto e não parei mais de comprar cada lançamento dela, sempre com capas coloridas e chamativas,conseguindo inclusive viciar amigas,comprei, li e empresteios  superpops:
CASÓRIO ?
FÉRIAS !
É AGORA… OU NUNCA
SUSHI e
LOS ANGELES 
e por fim o livro que gostaria de falar um pouco pra vocês…

UM BEST SELLER PRA CHAMAR DE MEU foi seu último livro publicado no Brasil e conta a estória de três mulheres bem diferentes entre si,mas com algo em comum, o mercado literário, são elas:

JOJO – agente literária workaholic que se envolve com chefe casado e sonha em se tornar sócia da empresa.
LILY- que tem seu livro de estréia transformado em sucesso da noite para o dia e passa a lidar com todos os prazeres e contratempos que esta fama repentina lhe traz.
GEMMA- organizadora de eventos super competente que é obrigada a desacelerar o ritmo porque sua mãe foi abandonada pelo pai…
 
Claro que estas três irão se encontrar ao longo do livro e com muitas estórinhas paralelas recheadas de femilnilidade, sagacidade e pitadas de um humor negro refinado, por isso, já aviso :
Impossível parar de ler, como todos os outros romances dela,
eles te deixam “pra cima” mesmo nas piores situações, sempre tem alguma expressão hilária que te deixa rindo sozinha.
 
Recomendo pra acompanhar esta leitura:
Beber –  Ficaria melhor uma cerveja Guinness, mas não convém se você tem que pegar as crianças no colégio depois KKKK,
então toma um chá de maçã com canela mesmo.
Comer-  Cuidado com a dieta ! Estas mulheres sempre estão lutando contra o peso ! Mas quem resiste a uns Macarons pra acompanhar as risadas?? ! Só não exagere, mocinha !
Leia também– seu equivalente masculino NICK HORNBY,nos seus livros “Como ser legal ” e ” Um grande garoto”
Assista – “O diário de Bridget Jones”
 E pra ouvir pode ser algo irlandês como o U2
 
Espero que gostem da sugestão e na semana que vem falaremos de COMIDA !!!!

Beijos e até mais,
ANA PAULA

08/08/2009 at 12:24 pm 8 comentários

Urban Girl

Todo mundo já conhece a Pri Rocha né? Deisgner e scrapper, ela já apareceu aqui no Creative algumas vezes: durante a semana Scrapkut , participando da promoção feita para as meninas de lá, a qual inclusive, ela ganhou e logo logo deve estar recebendo o prêmio enviado pela Jê.

Hoje eu trouxe a Pri de volta, apenas para apresentar o novo kit dela que está novinho no mercado a partir de hoje. Olha que preciosidade, o Urban Girl. Cores maravilhosas, tudo muito alegre e de bom gosto. Vai chover páginas bonitas na galeria.

Lindo né? Pra quem quiser conhecer mais do colorido a Pri, é só visitar a loja dela e se esbaldar!

Ah..e quem deixar um comentário aqui até o fim do dia 07, a Pri liberou um kit para sortearmos para as scrappers que visitam o Creative Girl! thanks Pri!

NAT

06/08/2009 at 6:00 pm 7 comentários

Ela ganhou…

… e mandou a foto pra gente!

Olha que linda a Mari com o kit que recebeu da Les Babioles, por essa brincadeira!

NAT

02/08/2009 at 10:13 pm 7 comentários

A CANÇÃO DE TRÓIA de Colleen McCullough

Para minha estréia nesta coluna, escolhi uma obra que lança um novo olhar sobre uma estória pra lá de clássica e histórica, a ” Ilíada ” de Homero, que conta já com 3.000 anos de existência !
Para esta tarefa de muita responsabilidade nada melhor que uma escritora no auge de sua maturidade como Colleen McCullough, artista das letras australiana que fez gerações chorarem com seu romance de amor impossível ” Pássaros Feridos”. Quem aí se lembra ?  Eu com quinze anos quase convulsionei de tantas lágrimas !

Olá a todos !

 

Para minha estréia nesta coluna, escolhi uma obra que lança um novo olhar sobre uma estória pra lá de clássica e histórica, a ” Ilíada ” de Homero, que conta já com 3.000 anos de existência !

Para esta tarefa de muita responsabilidade nada melhor que uma escritora no auge de sua maturidade como Colleen McCullough, artista das letras australiana que fez gerações chorarem com seu romance de amor impossível ” Pássaros Feridos“. Quem aí se lembra ?  Eu com quinze anos quase convulsionei de tantas lágrimas !

Nesta obra,  “A Canção de Tróia “, Colleen nos conta a guerra que gregos travaram contra troianos como se ela fosse contada pela primeira vez, com riqueza de detalhes e de uma maneira inovadora, cada personagem narra um capítulo, isso humaniza a lenda, trazendo uma visão ampla dos acontecimentos, de vários lados diferentes.  Ora simpatizamos com gregos, ora compramos a causa dos troianos, uma narrativa nada maniqueísta, sem apelos sobrenaturais, cada personagem com suas crenças, maldades, bondades, vaidades e objetivos.

Quem já não ouviu falar sobre o justo rei Príamo, pai do belo Páris, que raptou Helena, a mulher mais bonita de toda a antiguidade ?  E do perfeito guerreiro Aquiles, com seu famoso probleminha no calcanhar ?  E Heitor,o virtuoso príncipe troiano ? O aventureiro e heróico Ulisses, protagonista da também mais que famosa  “Odisséia” ?

São muitos os famosos personagens, mas nesta obra eles deixam a pele de mitos e se transformam em pessoas comuns, que vivem, amam e guerreiam sem ter este revestimento de quase deuses. Colleen transforma a distante mitologia em uma narrativa deliciosa, cheia de nuances.

Dica: Apesar do livro ser extremamente bem escrito, no começo você pode se confundir com os muitos personagens e com as muitas árvores genealógicas, portanto, faça como eu fiz; esqueminhas pra me lembrar de quem é quem em pedacinhos de papel os quais consultava sempre que ficava perdida.

Recomendo pra acompanhar esta leitura:
beba: Coutry Peach Passion da Celestial Seasonings Tea
coma: cupcake de chocolate amargo da minha amiga Alê Patiño
ouça: Sinfonia Nº 3 “Heróica” de Beethoven
leia também; “Criação” de Gore Vidal
aproveite , reveja e se divirta : ” Ulysses” filme clássico da Seção da tarde com Kirk Douglas e Anthony Quinn

Beijos
Ana Paula

 

01/08/2009 at 9:48 am 5 comentários

Ana Paula, uma Creative Girl

creative-girl

Oi pessoal!
Gostaria de me apresentar antes de começar a escrever sobre livros na coluna semanal do mês de agosto do “chá com letras”.
Meu nome é Ana Paula Leal , tenho 38 anos e sou uma pessoa que adora criar , estou sempre mexendo com algo artístico, seja na minha profissão, que é a arquitetura, ou em qualquer parte da minha vida,
fazendo scrap, arrumando uma mesa, organizando uma festa , ajeitando um bouquet…enfim, sou feliz assim, dando meu jeitinho nas coisas ao meu redor.
Adoro ler desde pequena, por influência do meu pai, com certeza e me orgulho de poder também ser exemplo para meus dois filhos, que sempre tem um livro na cabeceira.
O primeiro livro que me marcou foi “Vamos aquecer o sol” que é uma continuação de “Meu pé de laranja lima” do José Mauro de Vasconcelos, um livro lindo que me emocionou demais e aos dez anos me calava fundo a narrativa da infância que vai se perdendo .
Depois disso eu não parei mais, muitas vezes minha mãe tinha que brigar pra eu apagar a luz e ir dormir, pois eu sempre queria ler mais um pedacinho.
Leio de tudo, mas não consigo ler livros de auto ajuda e estas psicologias populares, simplesmente não tenho paciência.
Literatura pra mim é pra imaginar, viajar, relaxar, sonhar. Adoro literatura latino americana , literatura pop, biografias, romances históricos etc…
Adoro fazer pesquisas complementares quando leio algo histórico e hoje em dia isso fica mais fácil através da internet, muito diferente do meu tempo de menina,  e olha que nem faz muito tempo…rsssss
Beijos e até nosso encontro de sábado onde falarei sobre um livro que recria a antiguidade clássica.
Ana Paula

Oi pessoal!

Gostaria de me apresentar antes de começar a escrever sobre livros na coluna semanal do mês de agosto do “chá com letras”.

Meu nome é Ana Paula Leal , tenho 38 anos e sou uma pessoa que adora criar, estou sempre mexendo com algo artístico, seja na minha profissão, que é a arquitetura, ou em qualquer parte da minha vida,fazendo scrap, arrumando uma mesa, organizando uma festa , ajeitando um bouquet…enfim, sou feliz assim, dando meu jeitinho nas coisas ao meu redor.

Adoro ler desde pequena, por influência do meu pai, com certeza e me orgulho de poder também ser exemplo para meus dois filhos, que sempre tem um livro na cabeceira.

O primeiro livro que me marcou foi “Vamos aquecer o sol” que é uma continuação de “Meu pé de laranja lima” do José Mauro de Vasconcelos. Um livro lindo que me emocionou demais e aos dez anos me calava fundo a narrativa da infância que vai se perdendo .

Depois disso eu não parei mais, muitas vezes minha mãe tinha que brigar pra eu apagar a luz e ir dormir, pois eu sempre queria ler mais um pedacinho.

Leio de tudo, mas não consigo ler livros de auto ajuda e estas psicologias populares, simplesmente não tenho paciência. Literatura pra mim é pra imaginar, viajar, relaxar, sonhar. Adoro literatura latino americana, literatura pop, biografias, romances históricos etc…

Adoro fazer pesquisas complementares quando leio algo histórico e hoje em dia isso fica mais fácil através da internet, muito diferente do meu tempo de menina,  e olha que nem faz muito tempo…rsssss

Beijos e até nosso encontro de sábado onde falarei sobre um livro que recria a antiguidade clássica.

Ana Paula

31/07/2009 at 9:30 am 1 comentário

Pra pedir Bis!

Eu sou apaixonada por esse doce de bis. É bem DOCE mesmo, mas eu acho uma delicia. Ainda mais quando coloco no congelador, e fica durinho…ai. Que gorda!

Pra quem não conhece a receitinha é básica e rápida.

– Creme de leite

– Doce de leite

– Bis

Eu não sigo certinho as medidas que vejo nas receitas. Vou de prova. Sempre coloco uma lata de doce de leite(de uns 500gr), e vou acrescentando o creme de leite até que se misturem e fiquem num sabor legal. As medidas ficam quase equivalentes.Umas duas caixinhas.

Bato no liquificador, coloco um pouco na tigela. Jogo uma camadinha do bis cortadinho,quase esfarelado. Outra do “creme” Outra de bis….e por aí vai.

Depois, geladeira ou congelador. Eu prefiro esse último! E é só se deliciar e se preparar pra tanto doce! Ah..eu sempre peço Bis!

NAT

26/07/2009 at 12:13 pm 2 comentários

Posts antigos


Puxem a cadeira, sentem-se, a água do café ainda está fervendo e enquanto isso vamos juntas trocar figurinhas sobre o fazer sem o saber.

Dia-a-Dia

agosto 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Passou, mas está aqui!

Já passaram por aqui...

  • 257,490 hits

Feeds