Ela ganhou…

… e mandou a foto pra gente!

Olha que linda a Mari com o kit que recebeu da Les Babioles, por essa brincadeira!

NAT

Anúncios

02/08/2009 at 10:13 pm 7 comentários

A CANÇÃO DE TRÓIA de Colleen McCullough

Para minha estréia nesta coluna, escolhi uma obra que lança um novo olhar sobre uma estória pra lá de clássica e histórica, a ” Ilíada ” de Homero, que conta já com 3.000 anos de existência !
Para esta tarefa de muita responsabilidade nada melhor que uma escritora no auge de sua maturidade como Colleen McCullough, artista das letras australiana que fez gerações chorarem com seu romance de amor impossível ” Pássaros Feridos”. Quem aí se lembra ?  Eu com quinze anos quase convulsionei de tantas lágrimas !

Olá a todos !

 

Para minha estréia nesta coluna, escolhi uma obra que lança um novo olhar sobre uma estória pra lá de clássica e histórica, a ” Ilíada ” de Homero, que conta já com 3.000 anos de existência !

Para esta tarefa de muita responsabilidade nada melhor que uma escritora no auge de sua maturidade como Colleen McCullough, artista das letras australiana que fez gerações chorarem com seu romance de amor impossível ” Pássaros Feridos“. Quem aí se lembra ?  Eu com quinze anos quase convulsionei de tantas lágrimas !

Nesta obra,  “A Canção de Tróia “, Colleen nos conta a guerra que gregos travaram contra troianos como se ela fosse contada pela primeira vez, com riqueza de detalhes e de uma maneira inovadora, cada personagem narra um capítulo, isso humaniza a lenda, trazendo uma visão ampla dos acontecimentos, de vários lados diferentes.  Ora simpatizamos com gregos, ora compramos a causa dos troianos, uma narrativa nada maniqueísta, sem apelos sobrenaturais, cada personagem com suas crenças, maldades, bondades, vaidades e objetivos.

Quem já não ouviu falar sobre o justo rei Príamo, pai do belo Páris, que raptou Helena, a mulher mais bonita de toda a antiguidade ?  E do perfeito guerreiro Aquiles, com seu famoso probleminha no calcanhar ?  E Heitor,o virtuoso príncipe troiano ? O aventureiro e heróico Ulisses, protagonista da também mais que famosa  “Odisséia” ?

São muitos os famosos personagens, mas nesta obra eles deixam a pele de mitos e se transformam em pessoas comuns, que vivem, amam e guerreiam sem ter este revestimento de quase deuses. Colleen transforma a distante mitologia em uma narrativa deliciosa, cheia de nuances.

Dica: Apesar do livro ser extremamente bem escrito, no começo você pode se confundir com os muitos personagens e com as muitas árvores genealógicas, portanto, faça como eu fiz; esqueminhas pra me lembrar de quem é quem em pedacinhos de papel os quais consultava sempre que ficava perdida.

Recomendo pra acompanhar esta leitura:
beba: Coutry Peach Passion da Celestial Seasonings Tea
coma: cupcake de chocolate amargo da minha amiga Alê Patiño
ouça: Sinfonia Nº 3 “Heróica” de Beethoven
leia também; “Criação” de Gore Vidal
aproveite , reveja e se divirta : ” Ulysses” filme clássico da Seção da tarde com Kirk Douglas e Anthony Quinn

Beijos
Ana Paula

 

01/08/2009 at 9:48 am 5 comentários

Ana Paula, uma Creative Girl

creative-girl

Oi pessoal!
Gostaria de me apresentar antes de começar a escrever sobre livros na coluna semanal do mês de agosto do “chá com letras”.
Meu nome é Ana Paula Leal , tenho 38 anos e sou uma pessoa que adora criar , estou sempre mexendo com algo artístico, seja na minha profissão, que é a arquitetura, ou em qualquer parte da minha vida,
fazendo scrap, arrumando uma mesa, organizando uma festa , ajeitando um bouquet…enfim, sou feliz assim, dando meu jeitinho nas coisas ao meu redor.
Adoro ler desde pequena, por influência do meu pai, com certeza e me orgulho de poder também ser exemplo para meus dois filhos, que sempre tem um livro na cabeceira.
O primeiro livro que me marcou foi “Vamos aquecer o sol” que é uma continuação de “Meu pé de laranja lima” do José Mauro de Vasconcelos, um livro lindo que me emocionou demais e aos dez anos me calava fundo a narrativa da infância que vai se perdendo .
Depois disso eu não parei mais, muitas vezes minha mãe tinha que brigar pra eu apagar a luz e ir dormir, pois eu sempre queria ler mais um pedacinho.
Leio de tudo, mas não consigo ler livros de auto ajuda e estas psicologias populares, simplesmente não tenho paciência.
Literatura pra mim é pra imaginar, viajar, relaxar, sonhar. Adoro literatura latino americana , literatura pop, biografias, romances históricos etc…
Adoro fazer pesquisas complementares quando leio algo histórico e hoje em dia isso fica mais fácil através da internet, muito diferente do meu tempo de menina,  e olha que nem faz muito tempo…rsssss
Beijos e até nosso encontro de sábado onde falarei sobre um livro que recria a antiguidade clássica.
Ana Paula

Oi pessoal!

Gostaria de me apresentar antes de começar a escrever sobre livros na coluna semanal do mês de agosto do “chá com letras”.

Meu nome é Ana Paula Leal , tenho 38 anos e sou uma pessoa que adora criar, estou sempre mexendo com algo artístico, seja na minha profissão, que é a arquitetura, ou em qualquer parte da minha vida,fazendo scrap, arrumando uma mesa, organizando uma festa , ajeitando um bouquet…enfim, sou feliz assim, dando meu jeitinho nas coisas ao meu redor.

Adoro ler desde pequena, por influência do meu pai, com certeza e me orgulho de poder também ser exemplo para meus dois filhos, que sempre tem um livro na cabeceira.

O primeiro livro que me marcou foi “Vamos aquecer o sol” que é uma continuação de “Meu pé de laranja lima” do José Mauro de Vasconcelos. Um livro lindo que me emocionou demais e aos dez anos me calava fundo a narrativa da infância que vai se perdendo .

Depois disso eu não parei mais, muitas vezes minha mãe tinha que brigar pra eu apagar a luz e ir dormir, pois eu sempre queria ler mais um pedacinho.

Leio de tudo, mas não consigo ler livros de auto ajuda e estas psicologias populares, simplesmente não tenho paciência. Literatura pra mim é pra imaginar, viajar, relaxar, sonhar. Adoro literatura latino americana, literatura pop, biografias, romances históricos etc…

Adoro fazer pesquisas complementares quando leio algo histórico e hoje em dia isso fica mais fácil através da internet, muito diferente do meu tempo de menina,  e olha que nem faz muito tempo…rsssss

Beijos e até nosso encontro de sábado onde falarei sobre um livro que recria a antiguidade clássica.

Ana Paula

31/07/2009 at 9:30 am 1 comentário

Eu tenho manias

E vocês ?

Meninas, eu tenho manias, principalmente quando vamos sair de viagem. No nosso quarto de visita temos uma cama de casal, lá vou arrumando tudo que vamos levar, mas não guardo nada. Separo todos os fios, carregarores e o diacho aquático da parte de eletronica e ao lado uma bolsinha aberta onde vou guardar tudo um dia antes da viagem. Faço o mesmo com nossos objetos de higiene pessoal. Maquiagens. Bijus. Acessorios para o cabelo. Deixo ali também minhas bolsas e por cima a carteira que vai bem com cada uma delas. Quando bato o olho e vejo que tudo já esta sobre a cama é que começo a colocar dentro das bolsinhas e em seguida na mala. Não lembro de algum dia ter esquecido de algo importante ou precisar comprar algo com urgência. Sou normal ?

Bolsa Preta de Higiene Pessoal
Bolsinha atrás cor de rosa com kit para arrumar as unhas.
Bolsinha ao lado com perfumes, cremes e loção após banho

Bolsinhas para fios, carregadores …

Bolsinha com maquiagens

Bolsinha com pinceis de maquiagem

je1

30/07/2009 at 8:30 am 7 comentários

Volume em seus LOs

Existem ideias maravilhosas para deixar nossa página mais volumosa, com um efeito super bacana.
Dica : com a mão levemente umedecida amasse uma tira de papel com bastante força. Deixei secar um pouco e abra o papel com cuidado, para deixar com uma aparencia mais real passe uma lixa de parede em todo seu papel, vai deixar um efeito desgastado e lindo. Vejam o papel vermelho no LO abaixo. Na seguinte imagem o papel de cor azul foi amassado, passei a lixa e passei a carimbeira distress ink com leveza. Amo.

Podemos trazer um pouco de volume para as pontas de nosso LO. Faço da seguinte forma : corto o papel e vou enrolando cada parte como se fosse fazer um canudinho. Eu não molho. Seguro por um determinado tempo e passo um pingo de cola embaixo, assim vai ajudar a não dessarrumar com facilidade. É tão fácil. O efeito é encantador. Precisamos de pouco para fazer scrapbooking.
Bom trabalho!

je1

29/07/2009 at 8:30 am 5 comentários

by Marc Ecko

Meninas, vocês aí no Brasil conhecem essas bolsas ? São maravilhosas. Super descontraidas e confortaveis, acho que em pouco tempo vai começar a fazer a cabeça da mulherada por aí também. Eu amo.  E tem um preço bem camarada.

 

je1

28/07/2009 at 8:30 am 5 comentários

Dia do ronco

 

je1

27/07/2009 at 8:30 am 4 comentários

Posts antigos Posts mais recentes


Puxem a cadeira, sentem-se, a água do café ainda está fervendo e enquanto isso vamos juntas trocar figurinhas sobre o fazer sem o saber.

Dia-a-Dia

outubro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Passou, mas está aqui!

Já passaram por aqui...

  • 257,508 hits

Feeds